Literando: A tristeza

A tristeza é um sentimento solitário, que desenvolve-se marginalmente atrás da raiva, da decepção, do remorso. Sua origem é perturbadora, ameaçadora. Por isso, muitas vezes, é deixada de lado, chamada de ruim, sem ser contemplada na sua realidade.

Todavia, a tristeza pertence a sabedoria, pois não é sentimento de dor, mas de reflexão. A tristeza é consequência das más ações e aponta-nos cada uma delas. A odiamos, pois ela é sincera e amiga para dizer-nos, trazer-nos à verdade. A verdade culpa-nos, julga-nos, e responsabilizamos a tristeza pela incômoda verdade.

O humano ama a mentira, pois nela somos direitos, corretos, sensatos, mas apartamo-nos da verdade, que apenas aponta-nos pecados. A tristeza é do sábio, pois traz a reflexão, que revela a verdade. Negar à tristeza seus momentos, não vivê-los como vivemos os alegres é impedir-se de usufruir da verdade, que gera bondade, amor, compaixão e alegria. Nunca estar triste é nunca poder ser feliz.

Anúncios

2 comentários sobre “Literando: A tristeza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s